Avaliação política dos Senadores, Deputados Estaduais e Federais de MS; veja os números

Veja também os números de avaliação para o Executivo.
Freepik

Instituto Ranking Brasil entrevistou duas mil pessoas eleitoras e residentes em 20 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 1º e 05 deste mês, colhendo opiniões sobre avaliação política e administrativa, além das intenções de voto para 2022. O intervalo de confiança é de 95% e a margem máxima de erro estimada de 2,50%, para mais ou para menos. Veja o resultado.

Senadores

Dos três representantes de Mato Grosso do Sul no Senado, Nelsinho Trad (PSD) tem a melhor taxa de avaliação positiva: 30,50%. A senadora Simone Tebet (MDB) aparece com 26,70%) e Soraya Thronicke (PSL) com 24,30%. Não sabem ou não responderam 18,50%.

Deputados Federais

Entre os oito deputados federais, as maiores pontuações foram atribuídas a Rose Modesto (21,50%), Beto Pereira (14,10%) e Fábio Trad (13,20%). Os demais seguem nesta ordem: Vander Loubet (7,40%), Dagoberto Nogueira (5,50%), Luiz Ovando (3,00%), Bia Cavassa (2,15%) e Tio Trutis (1,50%). Os indecisos e os que não sabem são 21,50% e os que não responderam 10,15%.

Deputados Estaduais

Dos 24 deputados estaduais, o mais alto índice de avaliação positiva é de Paulo Corrêa (PSDB): 7,69%. Seguem os pontuados a partir de 2,00%: Lucas de Lima (Solidariedade), 5,00%; Márcio Fernandes (MDB), 4,30%; Neno Razuk (PTB), 4,00%; Jão Henrique Catan (PL), 3,50%; Gerson Claro (PP), 3,00%; Marçal Filho (PSDB), 2,60%; Barbosinha (DEM), 2,50%; Mara Caseiro (PSDB), 2,40%; Rinaldo Modesto (PSDB), 2,35%; Amarildo Cruz (PT), 2,15%; Zé Teixeira (DEM), 2,10%; e Capitão Contar (PSL), 2,00%.

Abaixo de 2,00%: Londres Machado (PSD), 1,90%; Felipe Orro (PSDB), 1,85%); Evander Vendramini (PP), 1,75%); Eduardo Rocha (MDB), 1,70%; Renato Câmara (MDB), 1,65%; Coronel David (sem partido), 1,50%; Pedro Kemp (PT), 1,40%; Antonio Vaz (Republicanos), 1,30%; Herculano Borges (Solidariedade), 1,20%; Jamílson Name (sem partido), 1,10%; e Lídio Lopes (Patriota), 1,10%. Não souberam e não responderam 40,15%

A pesquisa completa você pode baixar em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também