Morar em Mato Grosso do Sul é muito bom, afirma pesquisa

O Instituto Ranking Brasil entrevistou duas mil pessoas eleitoras e residentes em 20 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 1º e 05 deste mês de setembro de 2021.
Reprodução

A maioria da população sul-mato-grossense afirma estar satisfeita com o fato de morar em Mato Grosso do Sul. Esta opinião alcança pontuação elevada, segundo o Instituto Ranking Brasil

De acordo com o levantamento, 55,10% declaram-se satisfeitos por morar em Mato Grosso do Sul, contra 17,30% insatisfeitos, enquanto 26,15% consideram regular e 1,45% não responderam ou não sabem. Já para a grande maioria (62,15%) a expectativa de futuro é que o Estado vai melhorar, ao passo que 20,40% supõem que vai ficar igual, 16,25% opinam que deverá piorar e 1,20% não responderam ou não sabem.

Quanto ao desempenho do governo estadual no incentivo para a geração de empregos, 37,45% classificam ótimo ou bom e 18,55% dizem ser ruim ou péssimo. Uma faixa de 25,60% considera regular e 5,70% não sabem ou não responderam. No combate à pandemia da Covid-19 pelo governo estadual os que o avaliam como bom ou ótimo são 50,15%, mais que o dobro dos que o definem como ruim ou péssimo (18,55%) e metade dos que afirmam ser regular – não sabem ou não responderam 5,70%.

Avaliação do Governo Estadual

Sobre o governo de Mato Grosso do Sul, ele é ótimo ou bom para 38,00%. Para 36,50% é regular e ruim e péssimo para 23,10%, sendo que 2,40% não sabem ou não responderam. Já a grande maioria (62,00%) aprova o governador Reinaldo Azambuja, contra 36% que o desaprovam e 2,00% não sabem ou não responderam.

Avaliação do Governo Federal

O governo Bolsonaro é bom ou ótimo para 37,40%, ruim ou péssimo para 31,00% e regular para 29,50% – não sabem ou não responderam 2,10%. Na avaliação sobre o presidente, 51,50% o aprovam e 46,50% desaprovam, enquanto 2,00% não sabem ou não responderam.

Metodologia da pesquisa

Instituto Ranking Brasil entrevistou duas mil pessoas eleitoras e residentes em 20 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 1º e 05 deste mês, colhendo opiniões sobre avaliação política e administrativa, além das intenções de voto para 2022. O intervalo de confiança é de 95% e a margem máxima de erro estimada de 2,50%, para mais ou para menos.

A pesquisa completa você pode baixar em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também