Pesquisa: população brasileira acredita em um futuro melhor; veja os números

Depositphotos

Dos 4 mil entrevistados, acima de 16 anos, que participaram da quinta pesquisa nacional realizada pelo Instituto Ranking Brasil em todo o país, 50% acreditam que o país vai melhorar. Outros 25,30% têm expectativa de piora para o futuro, enquanto que 22,70% acreditam que vai ficar igual. Apenas 2% não quiseram ou não souberam responder.

Combustíveis

Para 34,40% da população entrevistada a culpa pelos aumentos de preço dos combustíveis é dos governos estaduais. Outros 20,30% acreditam que o problema é da Petrobrás, 17,10% dos impostos, 11,20% do Governo Federal, 10% do dólar e 7% não quiseram ou não souberam responder.

Energia elétrica

Já quando se trata dos aumentos nas contas de energia elétrica, 40,15% acredita que a culpa é do governo federal. Outros 23% colocam a culpa na seca e falta de chuva, 13,35% nos impostos, 9% nas empresas de energia, 8,50% na Aneel (Agência Reguladora) e 6% em outros ou não soube responder.

Inflação e alta dos alimentos

Se o assunto é inflação e aumento dos preços dos alimentos, o governo federal mais uma vez é apontado como culpado para maior parte dos entrevistados. 35% atribuem o problema ao governo federal, 15,10% aos lucros abusivos, 13,20% ao dólar, 10,15% às empresas, 8,30% aos impostos, 7% aos governos estaduais, 6,25% às exportações e 5% a outros problemas ou não soube responder.

Grau de satisfação de morar no Brasil

Mas apesar de os entrevistados não estarem contentes com o presidente, a maioria está satisfeito de viver no Brasil. Quando questionados o grau de satisfação de viver no país, 65,50% disseram estar satisfeito, 20,40% avaliaram como regular, 12% se declararam insatisfeitos e apenas 2% não souberam ou não quiseram responder.

Metodologia da Pesquisa

Instituto Ranking Brasil entrevistou quatro mil pessoas eleitoras e residentes em 163 municípios de todos os Estados da federação e o Distrito Federal, sendo 42,15% do Sudeste, 27,30% do Nordeste, 14,95% do Sul, 8,15% do Norte e 7,45% do Centro-Oeste, entre os dias 16 e 20 deste mês de setembro de 2021. O intervalo de confiança é de 95% e a margem máxima de erro estimada de 2%, para mais ou para menos.

A pesquisa completa você pode baixar em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também