Pesquisa aponta intenção de voto para Deputado Federal e Estadual em MS 2022

O Instituto Ranking Brasil entrevistou duas mil pessoas eleitoras e residentes em 20 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 1º e 05 deste mês de setembro de 2021.
(Foto: Reprodução/Instagram)

Para preencher oito vagas de deputados federais e 24 de deputados estaduais, o eleitorado de Mato Grosso do Sul terá à sua disposição um amplo e diversificado leque de candidaturas. As listas com as chapas partidárias serão definidas só no ano da eleição, mas de antemão já se sabe que vão incluir atuais e ex-deputados, além de veteranos, estreantes e detentores de outros mandatos, como vereadores e prefeitos.

Câmara dos Deputado Federais

Uma consulta do Instituto Ranking Brasil aferiu as intenções de voto e como as prováveis candidaturas estariam posicionadas no ranking dos eleitores caso as eleições fossem hoje. Para a Câmara dos Deputados, em Brasília, quem lidera as intenções de voto é Rose Modesto (PSDB), com 3,20%. Ela tem logo atrás o atual secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende (PSDB), com 2,50%, e o governador tucano Reinaldo Azambuja, com 2,25%.

Na sequência, e acima de 1,00%, aparecem Beto Pereira (2,10%), Fábio Trad (2,00%), Tereza Cristina (1,70%), Professor Juari (1,35%), Vander Loubet (1,30%), Dagoberto Nogueira (1,25%), Carlos Marun (1,20%), Luiz Ovando (1,10%) e Professor Riverton (1,05%). A seguir, vêm os que pontuam abaixo de 1,00% e acima de 0,20%: Wilton Acosta (0,70%), Delcídio Amaral (0,60%), e cinco nomes com 0,25%: Papy, Bia Cavassa, Flávio Moura, Edson Giroto e Liandra da Saúde.

Com 0,20% estão Antonio Cruz, Marcos Tabosa, Rhiad Abdulahad, Coronel Villasanti e Cemar Arnal. Vêm depois, com 0,15% cada um, Victor Tatão, Marcelo Salomão, Adriano Caçula, Esacheu Cipriano, Chico Maia, Sidnéia Tobias, Tio Trutis, Isvan Araújo, Neldo Peters, Juliano Gogosz, Tiago Vargas e João Lucas. Não sabem, não responderam, estão indecisos e votam nulo ou em branco 72,75%.

Assembleia Legislativa do MS

Na sondagem sobre intenções de voto para deputado estadual, os 11 primeiros estão no exercício do mandato. São eles: Paulo Corrêa (1,80%), Lucas de Lima (1,40%), Gerson Claro (1,30%), Márcio Fernandes (1,20%), Marçal Filho (1,10%), Neno Razuk (1,05%), João Henrique Catan (1,00%), José carlos Barbosinha (0,75%), Mara Caseiro (0,70%), Professor Rinaldo (0,65%) e Coronel David (0,60%). Em seguida está um ex-deputado, o ex-governador Zeca do PT, com 0,55%.

Com 0,50% estão Pedrossian Neto, Capitão Contar e Amarildo Cruz. Com 0,40% Pedro caravina, Otávio Trad, Felipe Orro, Zé Teixeira e Carlão Borges. Os nomes com 0,35% de citações são: Waldeli dos Santos, Pedro Kemp, Joaquim Passos, Londres Machado, Eduardo Rocha, Herculano Borges, Hélio Pellufo Filho, Antonio Vaz, Evander Vendramini e Renato Câmara. E com 25%: Paulo Duarte, Delegado Peró, Jaber Cândido, Roberto Mateus e Jamílson Name. Indecisos, não sabem ou não responderam, votam em branco ou nulo 73,70%.

Metodologia da Pesquisa

Instituto Ranking Brasil entrevistou duas mil pessoas eleitoras e residentes em 20 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 1º e 05 deste mês, colhendo opiniões sobre avaliação política e administrativa, além das intenções de voto para 2022. O intervalo de confiança é de 95% e a margem máxima de erro estimada de 2,50%, para mais ou para menos.

A pesquisa completa você pode baixar em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também